Create a Joomla website with Joomla Templates. These Joomla Themes are reviewed and tested for optimal performance. High Quality, Premium Joomla Templates for Your Site
+55 11 2155 6400

Canadá | Montreal | Le Mount Stephan Hotel

A CASA DE GEORGE-STEPHEN: Uma residência classificada como monumento histórico. Le Mount Stephan Hotel.

 

Um pouco de história!!

George Stephen, 1.o Barão Mount Stephen

Não há como falar sobre a Casa George-Stephen, localizada no número 1440 da Rue Drummond em Montreal, sem recordar o homem que a construiu. Imigrante escocês que havia chego em Montreal nos anos 50, aos seus 21 anos de idade, para se juntar a uma parte da família que aqui vivia e tentar a sorte, George Stephen se tornou um ousado empreendedor de sucesso, tornando-se uma das personalidades mais influentes de sua geração. Primeiro ele fez fortuna na indústria têxtil e depois multiplicou seus investimentos. Em duas décadas, galgou a liderança na fundação de Montreal.

Destaque na comunidade financeira, particularmente no Comitê de Negócios de Montreal, George Stephen foi indicado Presidente do Banco de Montreal em 1876. Manteve-se nesta posição for alguns anos antes de voltar todo seus esforços no desenvolvimento do sistema ferroviário, como co-fundador e primeiro Presidente da Canadian Pacific Railway. Embora as dificuldades inerentes a um projeto de tal magnitude, George Stephen alcançou sua meta e conquistou a força tarefa que construiu a ferrovia transcontinental.

Às v início do século 20, ele era um dos mais ricos nomes do continente Norte Americano e foi honrado com o título de baronete em 1886, antes de se tornar o barão “Lord Mount Stephen”, em 1891.

1880 a 1883 – Construção da imponente residência burguesa na Golden Square Mile de Montreal, à época no custo de $600.000. Desenhada pelo extravagante arquiteto William Tutin Thomas e construída pelo renomado general empreiteiro, J. F. Hutchison, esta casa é uma obra-de-arte do estilo neo-renascentista no Canadá, um componente da Era Victoriana inspirado pela Renassença Italiana. George Stephen viveria nela por pouco menos de 5 anos.

1888 – Aposentadoria de George Stephen e retorno com sua esposa para a Inglaterra. Ele deixa a residência sob os cuidados de sua irmã Elsie e seu marido, Robert Meighen.

1890 – Primeira grande recepção do casal Meighen-Stephen em homenagem a seu convidado de honra, Príncipe Arthur, Duque de Connaught e Strathearn, marcando o lançamento de uma prática de hospitalidade da alta sociedade local que duraria 35 anos.

1900 – Robert Meighen, cunhado de George Stephen, se torna dono oficial da residência.

1925 – A residência é colocada à venda. Assim como outras famílias proprietárias de luxuosas residências no Golden Square Mile, o casal Meighen-Stephen desiste de manter os altos custos da residência, particularmente em detrimento do imposto de renda introduzido naquela época para financiar os custos da guerra.

14 de outubro de 1927 – O Le Mount Stephen Club, um clube privado para homens, é fundado em 1926 por um prestigiado grupo de homens de negócio que visava salvar a Casa de George-Stephen de ser demolida, fazendo a aquisição da propriedade. Este clube privado concetrou a elite local e internacional, crescendo em número de membros até 2005.

Em vista da nova vocação da residência, severas modificações foram realizadas nesta construção histórica através dos anos até 1957: substituição dos vidros das janelas da estufa, redesenho das cozinhas e porões,

reconstrução da majestosa escada na entrada, construção de anexos e severas expansões, incluindo uma área de espera para esposas de membros do clube realizarem recepções.

14 de outubro de 1971 – Reconhecimento da residência como Patrimônio Histórico Nacional Canadense pelo Comitê Canadense de Monumentos e Patrimômios Históricos.

11 de março de 1975 – Classificação do edifício Clube Mount Stephen como “legado imobiliário” pelo Ministério da Cultura e das Comunicações do Québec.

1975 – Fim da segregação feminina. Dali em diante, elas podiam acessar o clube pela entrada principal e serem membros. As salas reservadas exclusivente para elas foram convertidas em gabinetes e salas de recepção com pista de dança.

11 de abril de 1978 – O Clube Le Mount Stephen se torna área de proteção patrimonial.
10 de dezembro de 2004 – Reconhecimento da propriedade como “imóvel de excepcional valor de legado”

pela cidade de Montreal.

2006 – Compra do nome “Mount Stephen Club” e da Casa Mount Stephen pelo grupo de hospitalidade e imobiliário Tidan, que aporta diversas iniciativas de revitalização. Neste momento, o clube tem 400 membros.

23 de dezembro de 2011 – As portas do clube são fechadas por decisão administrativa.
2015 – Trabalhos de preservação do legado arquitetônico enquanto renovando a alma da residência. Maio de 2017 – Abertura do novo hotel de Montreal, Le Mount Stephen, pelo grupo Tidan.

Fale com agente e cuidaremos da sua viagem 😉

MOMENTO X

Insira seu e-mail e receba nossa newsletter

MOMENTO X